Quanto custa a falta de comunicação?

Durante minha vida profissional, fiz diversas intervenções em grupos de empresas, instituições e ONGs sobre os temas mais variados. Por isso, posso dizer sem medo de errar, que ao fazer pesquisa ou levantamento de expectativas nesses lugares, em 90% deles eu ouvi a frase “o problema aqui é a falta de comunicação”.

Muitas vezes essa frase era dita em tom fatalista, fatídico mesmo, como se o ser humano, especialmente em empresas e instituições, estivesse condenado a não se comunicar direito… e, tudo bem. Conforme-se.

Se estamos trabalhando no mesmo local, com o mesmo objetivo, porque a comunicação se torna um problema quando deveria ser a solução?

A resposta é simples. Porque o problema não está na comunicação e sim no comportamento das pessoas que fazem uso dela. Portanto, a frase fatalista ‘o problema é a comunicação’ na verdade quer dizer ‘o problema aqui é a maneira como a gente se relaciona’.

E relacionamento, principalmente em empresas, é ditado de cima para baixo na hierarquia. Não me refiro apenas aos líderes, mas à cultura da empresa, à sua ‘história de vida’ (como foi fundada, visão, missão e valores NA PRÁTICA), sua relação com clientes e fornecedores, postura do seu conselho e/ou diretoria, sua relação com os funcionários (desde a contratação, manutenção e desligamento), enfim, o dia a dia corporativo como um todo e ao longo do tempo é que vai determinar a qualidade da comunicação dessa mesma empresa.

Ignorar as falhas na comunicação e continuar ‘tocando em frente porque temos metas para cumprir’ é continuar espalhando a pólvora.

Em algum momento a situação sairá do controle, comprometendo a todos de alguma forma. Isso porque, o descuido com a comunicação vai corroendo os alicerces das empresas, vai desgastando as boas relações, gerando competitividade e rivalidade desnecessárias, retrabalho e doenças psicossomáticas causadas pelo estresse de ambientes hostil e individualista.

Normalmente, algumas empresas começam a pensar em agir quando essa ‘falta de comunicação’ reflete de alguma forma no lucro e resultados: queda na produtividade, queda nas vendas, perda de clientes etc. Pode não ser tarde demais ou irreversível, mas o custo de remediar essas situações é bem mais alto que o de preveni-las.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *